Tradição portuguesa - é o folar com certeza!

Hoje quero postar uma receita para Páscoa: Folar Português!

Antes irei contar a origem deste pão delicioso, que é cercada por uma lenda.

Esta lenda é tão antiga que se desconhece sua data de origem. Reza que, em uma aldeia portuguesa, vivia uma jovem chamada Mariana que tinha como único desejo na vida o de casar cedo. Tanto rezou a Santa Catarina que a sua vontade se realizou e logo lhe surgiram dois pretendentes: um fidalgo rico e um lavrador pobre, ambos jovens e belos. A jovem voltou a pedir ajuda a Santa Catarina para fazer a escolha certa. Enquanto estava concentrada na sua oração, bateu à porta Amaro, o lavrador pobre, a pedir-lhe uma resposta e marcando-lhe como data limite o Domingo de Ramos. Passado pouco tempo, naquele mesmo dia, apareceu o fidalgo a pedir-lhe também uma decisão. Mariana não sabia o que fazer. Chegado o Domingo de Ramos, uma vizinha foi muito aflita avisar Mariana que o fidalgo e o lavrador se tinham encontrado a caminho da sua casa e que, naquele momento, travavam uma luta de morte. Mariana correu até ao lugar onde os dois se defrontavam e foi então que, depois de pedir ajuda a Santa Catarina, Mariana soltou o nome de Amaro, o lavrador pobre. Na véspera do Domingo de Páscoa, Mariana andava atormentada, porque lhe tinham dito que o fidalgo apareceria no dia do casamento para matar Amaro. Mariana rezou a Santa Catarina e a imagem da Santa sorriu-lhe. No dia seguinte, Mariana foi colocar flores no altar da Santa e, quando chegou a casa, verificou que, em cima da mesa, estava um grande bolo com ovos inteiros, rodeado de flores, as mesmas que Mariana tinha posto no altar. Correu para casa de Amaro, mas encontrou-o no caminho e este contou-lhe que também tinha recebido um bolo semelhante. Pensando ter sido ideia do fidalgo, dirigiram-se a sua casa para lhe agradecer, mas este também tinha recebido o mesmo tipo de bolo. Mariana ficou convencida de que tudo tinha sido obra de Santa Catarina. Inicialmente chamado de foclore, o bolo veio, com o tempo, a ficar conhecido como folar e tornou-se numa tradição que celebra a amizade e a reconciliação. Durante as festividades cristãs da Páscoa, o afilhado costumam levar, no Domingo de Ramos, um ramo de violetas à madrinha de batismo e esta, no Domingo de Páscoa, oferece-lhe em retribuição um folar.

E depois de conhecer como surgiu esta delícia portuguesa, vamos à sua receita:

FOLAR PORTUGUÊS

Ingredientes:

- 1 kg farinha de trigo
- 12 ovos
- 1 xícara(chá) azeite
- 200g manteiga derretida
- 30g fermento biológico fresco

Recheio:

- 3 linguiças defumadas em rodelas finas

Modo de Preparo:

Coloque em uma vasilha todos os ingredientes da massa, com exceção da farinha e misture muito bem até que fique uma massa homogêna.
Deixe fermentar coberta com um pano por 1 hora.
Abra a massa, coloque as linguiças, misture tudo e divida em 4 pedaços.
Deixe terminar de fermentar por mais 1 hora em uma assadeira com farinha.
Leve ao forno quente (200º) por aproximadamente 45 minutos ou até que fique bem dourado. Tire do forno e delicie-se.

Este pão é tradição portuguesa todos os anos, juntando vizinhos, amigos e famílias que moram nas aldeias, cumprindo seu dever: união e confraternização através do alimento!























A lenda do folar foi fornecida pelo site www.infopedia.pt
Imagens retiradas do site: http://aguasfrias.blogs.sapo.pt/13423.html

2 comentários:

Luciana disse...

Chef, acompanho o seu trabalho a muito tempo pelo programa do Daniel.Gosto muito de pão, gostaria de te pedir receita de pão sovado ,pois aqui em casa todos gostamos muito.Beijos Luciana.

15 de outubro de 2010 11:55
Karen Walewska disse...

Olá, quando anotei a receita durante o programa não continha manteiga... gostaria de saber se essa é amesma receita que fez no programa e qual a ordem dos ingredientes. Grata, Karen

10 de novembro de 2010 17:22

Postar um comentário